domingo, 23 de agosto de 2009

E Chove chuva...

Bem dizem que São Paulo é a terra da garoa... Já chove há alguns dias e, nesse domingo frio, a água cai torrencialmente dos céus. Bom para ficar debaixo das cobertas, assistir um filminho ou tomar um chocolate quente. É nessas horas que sinto falta do Rio de Janeiro e do inverno fresco de lá. Aqui é quase impossível não se agasalhar toda até mesmo dentro de casa. E, da forma como a chuva cai, nada me espantaria em chegar à janela e dar de cara com a arca de Noé passando do outro lado. Aposto que ele está procurando um lugar para aportar. Quem sabe Copacabana beach?

E assim vai terminando mais um domingo no calendário da eternidade... Boa semana a todos!





sábado, 22 de agosto de 2009

Das coisas que é preciso relembrar despretensiosamente...(Versão Escolar do Meu Tempo)

O barulho do pátio da escola na hora do recreio.
O cheiro da merendeira.
A briga na fila da cantina.
Os cinco minutos que antecedem a hora da saída.
O sinal da hora da saída.
A camisa do uniforme manchada de Toddynho (porque claro, você ousou apertar a caixinha no final para ver o que acontecia!).
A pipoca do “velhinho”antes de ir para casa.
O medo do boletim.
A brincadeira de Bafo-Bafo e as dezenas de figurinhas perdidas.
O Mico-Doido.
A excursão para o Jardim Zoológico.
A excursão para o Jardim Botânico.
A excursão para o Parque Aquático.
As cantorias sem fim dentro do ônibus e a tentativa de descobrir o culpado por ter “roubado o pão da casa de João...”
O feijão plantado no algodão.
O cheiro do giz de cera.
A cola colorida e a purpurina.
A massa de modelar e os brinquedos de madeira.
O escorrega do parquinho.
As mãos carregadas de moedas e a fantástica frase: “Tio, me vê tudo de bala?!”.
O Hino Nacional e a mão no peito.
A proibição do Tamagochi.
O álbum da seleção brasileira.
As camisas pichadas no final do ano.
As tão sonhadas férias.
A vontade de comprar material novo.
A curiosidade e o cheiro do livro novo.
A capa colorida e a etiqueta.
A caligrafia. A tabuada. O ditado.
O caderno passado a limpo.
A vida escrevendo as linhas.
O passado, o caderno perdido.
A lembrança reencontrada neste escrito.

E lá no passado...
Ah...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

ZAP

Atualmente estou morando no interior paulista e, para quem estava acostumada com uma conexão carioca de alta velocidade, tentar conectar-se com o sistema VIVO ZAP é quase uma tortura. Assistir a vídeos no Youtube então, pode ser uma atividade frustrante! Mas eu tento mesmo assim, confiante que a tecnologia 3G alcançará, num futuro não muito distante, os confins de Pirassununga...