quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Cortar o Tempo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente...

Carlos Drummond de Andrade


Boas Festas ! Eu já estou preparada para pular as sete ondas em Copacabana!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Xmas

Hoje é dia de comer muita rabanada, chocotone, frutas, peru de natal.... Mas também é dia de agradecer ao aniversariante por toda saúde, paz e felicidade que tivemos neste ano!

Boas Festas e Feliz Natal!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Reflexões Jingle Bells...


É... Pode ser que esse seja o meu último post de 2009, pode ser que não. Este ano me trouxe muitas surpresas agradáveis e é bom fechá-lo com chave-de-ouro, imaginando que o próximo será ainda melhor. A gente sempre fica na expectativa acerca das pessoas que irão entrar ou sair de nossas vidas no decorrer das estações. Esse ano eu só lucrei. Sair do Rio de Janeiro para viver no interior de São Paulo e ainda trabalhar numa Academia Militar pode não parecer tarefa fácil no primeiro instante. Mas tudo muda consideravelmente quando você conhece gente legal, pessoas que te entendem e daí surge grandes amizades. Melhor ainda quando uma dessas amizades vira amor. E morrer de amor é bom. Entregar o coração ao sentimento é ainda melhor. E, além de namorado, também ganhei o amor incondicional da minha sobrinha-afilhada, que nasceu exatamente no primeiro dia das minhas férias, em junho, assim que pisei no Rio de Janeiro, como se ela estivesse realmente me esperando chegar. E foi ela que mudou toda a estrutura familiar, sendo por ela que toda a família mudou-se para São Paulo e como será por ela que logo mudaremos para Minas Gerais, pois a sorte foi muito grande, chegando a mudar regulamentos e constituições de tempo de transferência militar. Incrível. É claro também que, neste ano, passei por alguns dissabores. Seja no trabalho, seja na decepção com o próximo ou aturando gente maluca que insiste em pensar que você ainda se lembra delas. É isso aí. A vida é mesmo uma caixinha de surpresas. E por saber que a cada dia que passa, deixo um rabisco na minha história e ao mesmo tempo perco um dia no calendário da eternidade; por saber disso e de muito mais é que vivo o hoje, a hora de agora, o momento presente como o maior dos tesouros que possuo, sabendo de antemão que é impossível segurar os ponteiros do relógio. É por essas e outras que desejo a todos os meus amigos blogueiros e leitores anônimos, os meus mais profundos votos de felicidade, paz e saúde neste Natal e Ano Novo. O resto a gente corre atrás e conquista!