domingo, 31 de janeiro de 2010

Anti-Heróis

Que bonzinho, que nada! É engraçado, mas tenho uma queda irrefutável por tipos excêntricos. No ano passado, quando estive passando uma temporada em Belo Horizonte, passou por mim um grupo de caras que a maioria das pessoas intitularia como “estranhos”. Para mim, um “estranho” é aquele tipo de gente que você olha e se sente ameaçado, como alguém que pareça ser um bandido, digamos assim, o que não era o caso. Tratava-se de jovens que se vestiam rebeldemente (e ainda assim se diferenciavam de roqueiros e punks) e transitavam pela Praça Raul Soares já bem tarde da noite. Fiquei olhando naquele misto de admiração e curiosidade. Acho que nunca falei isso aqui no blog, mas existem dois personagens de filme que despertam e instigam minha imaginação. Falando num português claro, eu “pagaria um pau” para esses abaixo, caso não se tratasse apenas de enredo de cinema:

Alex De Large – Cínico, irônico, hipócrita, transgressor, genial, poético, intrigante. Ele é o personagem principal do clássico filme “Laranja Mecânica”. Quem é que nunca viu? O visual dele não é tão bacana, mas possui um olhar muito expressivo e um sorriso quase maquiavélico. Adoro as suas gírias nadsat (termos eslavos e palavras rimadas que exigem dedução para o entendimento) e a maneira como se transforma de bom moço para punk rebelde num piscar de olhos. Perturbador e único.



Willy Wonka – Apesar de tratar-se de um personagem infantil, Willy Wonka é apaixonante. Anti-social, irônico, sarcástico, dono de uma risada estranha e um jeito absurdamente encantador. Adoro o estilo dele, a forma de se vestir e a maneira como se expressa. Há quem diga até que o Wonka se aproximava muito das características de Michael Jackson, pela sua excentricidade e aparência bizarra.




Sweeney Todd – O barbeiro da Rua Fleet é um perfil um pouco mais assustador, mas igualmente excêntrico. Gosto do jeito misterioso dele, principalmente por saber que quem lhe dá vida é o ator Johnny Deep. Em todo o caso, acho fantástico (Principalmente a calça risca de giz!).





Supla – Só para mostrar que excêntricos-estilosos não existem apenas no cinema!






Enfim, como dizem por aí que gosto, política, futebol e religião não se discutem, continuo defendendo a minha tese de que, sejam punks ou não, rebeldes ou não, os homens que sabem se vestir, sabendo ousar sem medo, acabam aguçando algo de inexplicavelmente curioso em mim. Até mesmo porque, quando sabem arriscar, os homens conquistam um ar que não fica tão legal assim em mulheres. Afinal, nada como atiçar os sentidos femininos, não é? De mesmice, o mundo está é mesmo cheio...

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Para início de conversa...


Enfim, o primeiro post de 2010. Confesso que demorei um pouco para retornar a este blog. Na verdade, não ando muito animada com ele não. É a tal falta de tempo que nós, os adultos, conhecemos muito bem. Aquela coisa de trabalho, casa, sono, tarefas que consomem os minutos mais sagrados do dia. E, apesar de desejar ardentemente minhas férias no meio do ano, não reclamo, não. A mente ocupada é um privilégio. Ficar sem fazer nada, de bobeira ou de papo para o ar, é bom, claro. Todo mundo gosta. Mas ninguém agüentaria essa condição para sempre, aposto. Tivemos a oportunidade de nascer e recebemos o dom divino da vida. E por saber de antemão que não sou detentora da eternidade, é que aproveito dia após dia, sem pestanejar, cada momento que me é concedido. Eu gosto muito dessa fase do ano. Fevereiro de Big Brother Brasil, Solitários e Marquês de Sapucaí. E depois as "águas de março fechando o verão, promessa de vida para o meu coração..." Espero que 2010 seja um ano de mudanças positivas na minha vida. Uma das coisas que quero fazer bastante é viajar. Carnaval em Belo Horizonte e Fortaleza nas férias. Dizem que tudo o que se planeja não dá certo, então, sem mais exposições. E se viver é um grande barato, "tolice mesmo é viver a vida sem aventura..."



Estou lendo atualmente: "Velho muito cedo, Sábio muito tarde", de Gordon Livingston.

Imagem: Banco de Imagens do fotosearch.com.br