sábado, 3 de abril de 2010

Bon Bini! (Bem-vindo em hopês)

Voltar a ser criança, enfrentar os limites do corpo, pôr a emoção à prova, testar a adrenalina, empanturrar-se com sanduíches e refrigerantes de tamanhos só vistos em desenhos animados: tudo isso é possível num único lugar, o Hopi Hari, eleito pelo oitavo ano consecutivo o melhor parque temático do Brasil. Neste feriado da Semana Santa resolvi retornar ao local, depois da minha última visita ao parque no ano passado.

O tempo estava nublado pela manhã, mas logo que passei pelo “Imigradero” do país Hopi Hari, o sol abriu com toda a força. As filas dos brinquedos estavam gigantescas, de forma tal que não foi possível andar em muita coisa, mas o passeio pelas “cidades”, em especial Wild West, que possui uma temática de faroeste, valeu o dia. Pude também pela primeira vez, assistir a um filme em 3D no Cinetríon, atração que fica bem no início do parque, o que achei demais. Fiquei na vontade (pela falta de coragem) de enfrentar o Hadikali, uma queda livre de 53m de altura e 120km por hora, mas, como ganhei ingressos cortesia para voltar no mês que vem, aposto que não irei resistir. Deve ser uma sensação única e indescritível.

No final da tarde caiu um temporal no parque, fato que não pôs fim à diversão. Recomendo o passeio. Quem já foi sabe que o dia se torna inesquecível. Para quem nunca foi e pretende ir, digo de antemão que é preciso levar boa quantia em dinheiro. As coisas dentro do parque são muito caras (a ponto de uma bola de sorvete custar R$5,50) e um lanche não sair por menos do que R$18,00 por pessoa. E aqueles que pretendem enfrentar os brinquedos “molhados” como Rio Bravo ou Spleshi, levar uma muda de roupa para não passar frio no final do dia! Ficam as dicas!

3 comentários:

Aflaudisio Dantas disse...

até fiquei curioso pra conecer o local mas quando vi o preço da bola de sorvete desisiti

antes que eu me esqueça quero dizer que te achei linda
Boa Sorte!!!

kbritovb disse...

caramba morro de vontade de ir no hopi
ja fui no playcenter mas dizem que hopi é melhor
quero ir na torre **
vle por fazer inveja hahaha

Andrea de Lima disse...

nossa, eu, como moradora de Campinas, já fui ao Hopi tantas vezes que perdi a conta. mas com a idade avançando, a vontade de ficar nas filas e gastar dinheiro têm diminuído.
mas ó, qnd você voltar, ficadica: ENFRENTE O MEDO E SE JOGUE DO RADIKALI! é sensacional! já fui três vezes e foi das melhores sensações da minha vida!

até mais ler!
;*