domingo, 21 de junho de 2009

Aos Astros e Além! (Um pouquinho da minha vida).

No dia 2 de junho, oficialmente, completei um ano de serviços prestados à Força Aérea Brasileira, embora minha contagem tenha se iniciado no dia 28 de maio, época em que, há um ano atrás eu ingressava na Escola de Especialistas. Se estivéssemos em 2008, hoje provavelmente seria meados da quarentena -período em que ficamos isolados sem nenhum contato familiar- e eu certamente estaria ansiosa para a primeira visita dos familiares. Foram seis meses de internato, imersa na fatigante rotina de um aluno de escola militar.

Ninguém, a não ser um aluno-especialista poderá entender o que passamos. Foram dias e instruções inesquecíveis. Era preciso muita coragem. Em meio ao cansaço, ao estresse psicológico, pressão dos instrutores, intensos estudos e a torcida para não cair na escala de serviço do final de semana e poder viajar para casa, posso dizer que em nenhum momento me arrependo da carreira que escolhi. Eu nasci para essa vida de caserna e é por isso que tenho o maior orgulho de dizer que sou militar, que pertenço às fileiras da FAB e que, de certa forma, contribuo para o crescimento do meu país. E me orgulho mais ainda, ao perceber que a Aeronáutica está, mais uma vez, mostrando seu potencial, a garra de homens-heróis que neste momento se aventuram no Atlântico em busca de corpos e destroços do Air France.

Sim, são homens-heróis, são mulheres-heroínas: esses que acordam cedo diariamente e que, ao toque de uma corneta, sem reclamar, sabem qual a missão do dia que os aguarda. E a enfrentam, sabendo que dinheiro algum pode compensar a realização de salvar vidas.

Hoje, sou Sargento Especialista e é por saber que devemos alçar voos sempre mais altos que me preparo, atualmente, para o Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais, para que eu possa fazer na terra, o que meus amigos fazem no céu.

3 comentários:

Anônimo disse...

Nossa que legal parabéns, desejoa você mais e mais sucessos na sua carreira e vida profissional.

São heróis sim concordo com você.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net

Fábio Flora disse...

De fato, é uma carreira bonita e, ao mesmo tempo, difícil, que deve exigir muito esforço e algumas privações. Abraços e sucesso!

P.S.: Eu consegui escapar do serviço militar obrigatório... Definitivamente, não nasci pra isso...

Agda C. Santos disse...

Bom, acho que vim no seu blog mais por você ser uma Caroline com uma foto de farda, do que pela propaganda. auhsuash'
ja ouvi diversas opiniões de que EU sou uma pessoa exata para as FAB's. Só não sei como fazê-lo.
As oportunidades no meu estado nem existem pra início de conversa.
E depois de ler um pouquinho da sua vida, pude entender melhor o porque de pensarem que nasci pra essa carreira. Bom, deixado de lado o meu drama profissional...
Parabéns por está crescendo no seu trabalho, e fazendo-o de forma honrosa.
É isso, falei demais pra uma desconhecida. ;*