quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Adeus Mês Véio


- Vá, vá com Deus, Janeiro. Nem te vi passar, mas o que senti do teu peso foi uma experiência que irei guardar. Você morre aqui e eu apenas estou nascendo e despertando para a vida. Obrigado, Janeiro, deixaste uma lembrança cuja qual a eternidade dos meus dias (até quando eles me forem eternos) não poderá mais apagar. Não existe borracha para a escola da vida, apenas lembranças e borrões, quando tentamos apagar aquilo que queremos renunciar. Agora tu és apenas uma morta folha de calendário, tuas futuras gerações viverão outros verões que não serão iguais ao verão que eu vivi. Vai-se Janeiro e deixa-me teu legado, alegria última de tua majestosa despedida e célere passagem neste ano que promete frutos da tua existência. Pois que se tu não existisses, impossível seria acreditar que outras folhas deste mísero calendário pudessem ser preenchidas com as cores das estações.




- Vá, vá com Deus, homem do Homem. Sou apenas uma folha que vai morrendo ao passar das horas enquanto nasce um primo cheio de festividades e cores. É sempre tudo igual, quem muda são vocês, os quais pintam as próprias estações. E não se esqueça...


Muitos outros verões ainda virão.





10 comentários:

Lalo Oliveira disse...

Mais um janeiro que se vai! O 17º do qual me despeço. Este talvez tenha sido o melhor de todos, o mais produtivo.

Fica, Janeiro!

Makimaru-chan disse...

o mundo é teu sebastião!!
sim sim outro verões virão concerteza ^^/ melhores ainda ehehe!!

(parece q meu ano so ta começando agora) como se eu vivesse janeiro numa bolha que só estoura com o barulho do carnaval se aproximando [??] eheh XD
bjoo

Paula Bailey disse...

adorei seu texto e o blog tmb...

http://paulaportesbailey.blogspot.com/

Isadora Araújo disse...

Um ótimo texto.

Graças a Deus janeiro acaba hoje! Deve ter sido o pior de toda a minha vida... ^^

Isadora Araújo disse...

Um ótimo texto.

Graças a Deus janeiro acaba hoje! Deve ter sido o pior de toda a minha vida... ^^

Osmar Mesquita disse...

Muito bom seu texto moça..
parabens...sei que so falam isso nos comentarios mais....

gostei msmo

Bárbara (B.) disse...

Que bonito isso, menina... mas bem que Janeiro podia ficar e ficar e ficar... é o meu mês (do meu aniversário, digo). Esse ano ele foi bem cruel, pensando bem. Na verdade, ele pode ir embora mesmo. Risos.

Beijo meu.

Teresa disse...

eeeeeeeee
até q enfim janeiro foi emboraaaaaaa

agora eu já posso sair no sol kkkkkkk
eh q a dermatologista me proibiu de sair no sol janeiro inteiro por causa da alergia

mas agora é fevereirooooooo
ebaaaaaaaaaaaa

=*

Nilza disse...

É Carolzinha, nosso janeiro teve gosto diferente, embora com expectativas bastantes semelhantes. Feliz com seu final do mês, feliz por vc ter alacançado mais um objetivo e não menos feliz por eu ter tbm encontrado meu caminho depois de tanto tempo remando contra a maré.

Que Deus nos abençoe em mais esse desafio né?

Beijos

Foi bom prá mim! disse...

Adorei seu blog! Amei os títulos dos posts!

Amo janeiro, mas quando ele se vai, sinto uma sensação ótima! Junto dele, também vai o meu inferno astral.